Água no motor? Saiba como resolver esse problema!


Entrada de água no motor é um problema que precisa de muita atenção. Isto porque a entrada de líquido na câmara de combustão, pode gerar desde “apagamento” do motor, até danos sérios nos pistões, blocos, bielas e virabrequim. 

O chamado calço hidráulico, acontece pela entrada de combustível ou água no motor e impede a compressão total do pistão, diminuindo o espaço disponível para esta peça trabalhar – por isso chama-se calço.

Para que você possa entender melhor sobre este problema, preparamos um conteúdo especial para sanar dúvidas e capacitá-lo para identificar este tipo de problema. 

 

Vamos lá?

O que provoca a passagem de água no motor? 

É importante entender as causas da passagem de combustível ou água no motor. 

Em linhas gerais, podemos elencar três problemas que podem causar a entrada de água no motor: 

  • Problemas na vedação da junta do cabeçote.

 

As juntas do cabeçote se encontram entre o bloco do motor e o cabeçote. Sua função é dupla: impedir a saída dos gases da combustão e separar os líquidos do contato com outras partes do motor

Isto impede que tanto o combustível quanto a água no motor invadam outras partes do bloco.

Em veículos muito antigos as juntas do cabeçote podem estar gastas, permitindo o vazamento destes líquidos para outras partes do bloco, inclusive para dentro da câmara de combustão.

Portanto, fique atento.

Qualquer sinal de dano nesta parte do veículo e acione seu mecânico caso verifique o desgaste da junta do cabeçote.

  • Problemas no bico de combustível.

 

O bico injetor é o responsável por pulverizar uma quantidade exata de combustível para dentro da câmara de combustão. Problemas nessa peça fazem com que ela trave aberta, fazendo com que o combustível entre na câmara em grande quantidade, podendo gerar calço hidráulico.

Como dito anteriormente, níveis incorretos de combustível – e não apenas água no motor – também podem ser muito prejudiciais para o funcionamento do seu veículo.

Nesses casos, é recomendado testar todos os bicos injetores para identificar qual deles está com problemas.

Depois de identificado, faça a limpeza ou a substituição.

  • Enchentes.

 

Como sabemos, as grandes cidades enfrentam, cada vez mais, os problemas dos pontos de alagamento. 

Se você se encontrar em uma dessas situações, forçar a passagem por vias alagadas, além de muito perigoso, pode favorecer a entrada de água no motor através do filtro de ar, e que pode atingir a câmara de combustão por meio do coletor. 

A água no motor fará com que seu veículo pare de funcionar imediatamente e, se você estiver em alta rotação, provavelmente trará danos irreversíveis para o motor.

Portanto, evite ao máximo este tipo de procedimento.

 

Mas como ocorre a passagem da água até o  motor? Fique com a gente que vamos te mostrar agora!

 

Como ocorre a passagem da água no motor? 

Na verdade, a explicação é muito simples: a água passa pela câmara de combustão até chegar ao motor. Depois pode atingir um ou mais cilindros. 

Geralmente, isso acontece quando você está em alta velocidade. A força do empuxo da árvore de comando pode dobrar as hastes do pistão e comprometer seriamente o motor do seu veículo.

 

O que acontece quando tem água no óleo do motor? 

 

close de mistura entre água e óleo
água e óleo não devem se misturar, muito menos no seu motor.

 

Quando ocorre água no óleo do motor, as consequências podem ser desastrosas. Você poderá ter problemas com os cilindros e danificar os rolamentos do virabrequim, além, claro, causar rachaduras no bloco do motor. 

No entanto, tudo isso dependerá das condições do motor, no momento em que a água entrar na câmara de combustão. Portanto, quanto mais danificada ou sem manutenção estiver a peça, pior para o seu veículo. 

Bem, e o que fazer se entrar água no motor da moto? Fique conosco e confira agora!

 

O que fazer quando entra água no motor da moto? 

No caso da motocicleta, a regra de ouro é a seguinte: no caso de enchentes, não enfrentá-la se estiver acima do eixo das rodas. Quando a água entra no motor, seja através do filtro de ar, ou escapamento, pode ocorrer o já conhecido calço hidráulico. Com isso, o motor morre e sua moto não liga. 

Se você estiver em uma dessas situações, não tente ligar novamente a moto. A água pode forçar o pistão, biela e outras peças e danificar seriamente o motor.

Em vez disso, no caso de água no motor, você pode seguir os passos abaixo: 

 

1º passo: Leve a sua moto para um lugar seco

Se você estiver no meio de uma enchente ou em um local com água, leve a sua moto até um local que não tenha problemas. Assim você terá condições de mexer no seu veículo. 

 

2º passo: Feche a torneira da gasolina 

Essa é uma dica muito importante. Não trabalhe em sua moto com a torneira da gasolina aberta, pois isso será perigoso. 

 

3º passo: Retire o filtro de ar 

Deite a moto do lado do filtro e em seguida faça a gasolina vazar da cuba do carburador. Desta maneira, toda a água do local vazará. Assim também você conseguirá tirar a água do filtro de ar

Depois que a água sair do carburador, aperte a espuma do filtro e seque-a. Desta maneira, você não terá mais problemas com água no motor da sua moto. 

 

4º passo: Levante a moto 

Levante a moto, coloque o filtro e feche a tampa. Essa etapa já está completa! 

 

5º passo: Preste atenção a dica para moto de 2 ou 4 tempos 

motociclistas viajando na chuva em uma autoestrada
Problemas de água no motor também podem acontecer com sua motocicleta!

 

Para a de 2 tempos, retire a vela e bata no click de partida várias vezes para a água no motor sair. Não precisa virar a moto de ponta cabeça, isso é lenda! 

Se a sua moto for de 4 tempos, preste atenção se ela tem um descompressor. Neste caso, não mexa na vela. Ao invés disso, acione o descompressor. Se a partida for elétrica, acione o botão ou o pedal junto com o descompressor

Com isso, você conseguirá tirar a água do motor para fora do cilindro. Já se não tiver um descompressor, você terá que tirar a vela e acionar o pedal ou o botão de partida. Desta maneira, a água sairá pelo buraco da vela. 

 

6º passo: Abra a torneira de gasolina 

Nesta etapa você terá que abrir a torneira de gasolina e pronto! A sua motocicleta poderá ser utilizada novamente. 

Viu como é fácil resolver o problema? No entanto, caso você tenha alguma dificuldade, procure sempre um especialista no assunto. Nas oficinas mecânicas e auto centers há excelentes profissionais que poderão te ajudar. 

 

Gostou do conteúdo? Leia sempre o nosso blog e confira mais artigos como esse! 

 

Botão CTA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Peça agora! 4003.6126 Telefone Peça pelo WhatsApp