Alarme disparando sozinho: o que está acontecendo?


Quem nunca teve a experiência de encontrar seu carro com o alarme disparando sozinho, que atire a primeira pedra.

Mas você sabe porque isso acontece? 

Neste post, você vai descobrir quais são as causas, os prováveis dispositivos que podem estar comprometidos e o que pode ser feito para que o seu alarme volte a funcionar normalmente

 

Se você ficou com curiosidade sobre o tema e deseja aprender um pouco mais sobre mecânica automotiva, continue com a gente e confira o conteúdo! 

 

Por que o alarme dispara sozinho? 

Todos sabemos que o alarme  é um dos itens mais importantes do automóvel, sobretudo para minimizar os riscos de furto. Seja através de dispositivos sonoros, georreferenciamento ou corta-combustível, o alarme é indispensável para garantir sua segurança.

Geralmente isso acontece porque os sensores que existem dentro do dispositivo detectam qualquer movimentação no interior do automóvel. Assim, quando há alguma alteração no ambiente interno, como uma janela mal fechada, é possível ouvir o alarme disparando sozinho. 

 

Quais itens estão com problemas? 

Muitas vezes, alarme disparando significa que  alguns itens no veículo estão com defeito. Entre os principais, podemos citar: 

 

  • Problemas no próprio alarme 

A central do alarme pode apresentar problemas como um curto-circuito ou acionamento indevido. Nesses casos, procure um especialista que possa te ajudar. Além disso, o seu equipamento de alarme pode estar com alta sensibilidade e precisa ser calibrado. 

 

  • Janelas, portas e capô empenados

Se as janelas, portas e o capô estão empenados, ou seja, se você não consegue fechá-los corretamente, você verá o alarme disparando sozinho. No entanto, para identificar a causa, basta checar se os vidros fecham com facilidade. 

No caso das portas, veja se elas estão fechadas corretamente. Caso seja necessário forçá-las, leve o automóvel à uma oficina mecânica mais próxima da sua casa. 

 

  • Falta de manutenção 

Se tiver acúmulo de poeira no carro, você poderá ter o alarme disparando sozinho. Para resolver, você terá que fazer uma manutenção nos componentes elétricos como a bateria automotiva e o circuito elétrico. 

Assim, uma boa manutenção preventiva, limpeza correta e diagnóstico prévio evitarão qualquer tipo de transtorno. 

 

  • Clima

foto do vidro dianteiro do carro em dia de chuva
Chuvas muito fortes podem prejudicar o funcionamento do seu alarme

 

Calor em excesso, poeira, chuva e condições extremas podem influenciar no funcionamento do alarme. Para isso, é importante fazer a manutenção do dispositivo, principalmente após o uso em condições climáticas extremas.

Portanto, uma das dicas é fazer a limpeza do veículo, principalmente de cabos e conexões do automóvel.  

 

  • Janelas ou portas abertas 

E por último, as janelas e as portas abertas podem fazer com que você ouça o alarme disparando sozinho. Por isso, verifique sempre se a porta e a janela estão fechadas. Veja se há algum objeto atrapalhando no fechamento total da porta ou janela. Se tiver, tire-o do local. 

Assim, o carro estará devidamente fechado e você saberá que essa não será a causa de janelas e portas abertas.

 

  • Curto-circuito

Outra causa do alarme disparando sozinho é um curto na central de alarme ou em um dos sensores. Portanto, se as causas físicas acima descritas não forem encontradas, podem ser problemas no circuito do alarme, sendo necessária a troca. 

 

  • Problemas com a sirene

Se o alarme disparou mas não fez nenhum barulho pode ser que o problema esteja na sirene. Para identificar a verdadeira causa, veja se as luzes piscam e se emite algum som. Se não emitir, é hora de trocar a sirene do seu alarme.

 

  • Desgaste da bateria dos controles 

O alarme disparando sozinho pode ser sinal de desgaste da bateria dos controles. Portanto, troque a bateria sempre que precisar, pois é através dela que você fará a ativação e a desativação do alarme. 

 

O que fazer quando o alarme fica disparado? 

Se você tiver problemas com o alarme disparando sozinho, leve o automóvel na oficina mais próxima da sua casa. Lá, poderá ser feita uma checagem e manutenção. Caso o transtorno continue, você pode trocar o alarme pelo de fábrica.

 

O que fazer quando o alarme dispara e não desliga?

Caso o alarme tenha disparado e você não consegue desativá-lo com controle remoto, desligue a bateria automotiva, desconecte o polo negativo e espere dez minutos. Em seguida, leve-o para a manutenção. Somente um especialista conseguirá entender as causas.

 

Qual é a importância da manutenção preventiva? 

No caso do alarme, uma manutenção preventiva serve para checar todos os sistemas elétricos e eletrônicos do automóvel. Além disso, você pode verificar a vida útil da bateria automotiva e trocá-la por uma que será compatível com todos os seus sistemas eletrônicos. 

Não se esqueça que uma bateria de qualidade garantirá o bom funcionamento do seu veículo e tudo que depende da peça. Portanto, na hora de adquirir a peça, pense sempre no serviço Moura Fácil, o site da Moura que entrega as melhores baterias. 

Entretanto, como você viu no artigo, se você tem problemas com o alarme disparando sozinho isso pode ser uma consequência da falta da manutenção no seu automóvel. Por isso, nunca deixe de levar o seu veículo a um profissional para que as peças sejam checadas. 

 

Gostou do conteúdo? Leia o nosso próximo post e conheça os tipos de alarmes automotivos e a sua relação com a bateria. 

 

Botão CTA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Peça agora! 4003.6126 Telefone Peça pelo WhatsApp