ARLA 32: entenda como proteger seu caminhão


O ARLA 32 é um dos mais importantes agentes antipoluentes utilizados no Brasil. A substância tem a principal função de garantir uma diminuição na emissão de gases nocivos à atmosfera.

Mas você sabe como o fluido atua em veículos a diesel e qual a importância de utilizá-lo da forma correta? Para garantir uma maior eficiência, é essencial conhecer melhor sobre este antipoluente e como funciona sua aplicação.

Por isso, neste artigo trouxemos um guia completo do que é, como funciona o ARLA 32 e qual a importância dele para o seu caminhão. Continue esta leitura e saiba mais!

 

O que é ARLA 32

ARLA é a sigla que abrevia Agente Redutor Líquido de óxido de nitrogênio Automotivo. Já o número 32 faz referência à concentração de ureia, composto orgânico cristalino presente na solução de água presente no tanque. 

A uréia é a substância que tem a função de quebrar os óxidos de nitrogênio, reduzindo, assim, a emissão de gases poluentes. O ARLA 32 é um líquido muito utilizado em todos os tipos de veículos movidos à diesel.

Na vida do caminhoneiro o produto se faz fundamental, já que a falta de uso deste fluido pode acarretar em diversos prejuízos, como a perda da garantia veicular.

No Brasil, a lei que obriga o uso do ARLA 32 é de 2012, definida pela Portaria 29/2008 do IBAMA.

A composição do ARLA 32

O ARLA 32 é composto, essencialmente, por uma mistura de 32,5% de uréia de alta pureza – também chamada de uréia técnica.

De acordo com a CETESB – Companhia Ambiental do Estado de São Paulo, com essa composição, a substância é capaz de eliminar em até 98% a emissão de gases poluentes originários do óxido de nitrogênio. 

Com sua ação, o fluido é capaz de quebrar as moléculas do óxido de nitrogênio, transformando essa composição em água e nitrogênio.

Como ele funciona nos veículos a diesel

Isso faz do ARLA 32 uma substância mais eficiente do que as demais tecnologias, tendo em vista sua ação direta no consumo do combustível.

Com isso, ao ser utilizada em veículos movidos a diesel, a substância é capaz de diminuir a ação poluente desses automóveis. Grande parte da poluição é causada pela emissão de gases por veículos movidos a diesel.

A grande maioria dos motores de caminhão funcionam a diesel e, por isso, o ARLA 32 é essencial na vida dos caminhoneiros, para garantir que o veículo esteja respeitando as leis ambientais.

Quais as outras vantagens de utilizá-lo?

Além do ARLA 32 auxiliar na diminuição de gases poluentes lançados na atmosfera durante o uso do veículo, esta substância também é essencial para a redução do consumo de combustível.

Isso porque sua reação química junto ao veículo auxilia na economia de diesel por quilômetro rodado.

A sua aplicação em veículos pesados é de grande importância para preservação do meio ambiente, já que grande parte dos gases lançados na atmosfera são decorrentes da queima de combustível desses veículos.

A importância de utilizar o ARLA 32 corretamente

Mas não basta apenas realizar a aplicação do ARLA 32, a substância deve ser utilizada da forma correta. O produto é injetado em sistemas de pós-tratamento, chamados de SCR (da sigla em inglês Selective Catalytic Reduction, ou Redução Catalítica Seletiva, em tradução livre).

Desse modo, ele não é misturado diretamente ao óleo diesel, mas em um reservatório localizado ao lado do tanque de combustível. A sua correta aplicação ainda traz outros benefícios, veja só:

Danos ao meio ambiente

Como você já sabe, a maior vantagem no uso correto do ARLA 32 é a diminuição de gases poluentes.

Através do catalisador do veículo, há uma conversão do gás poluente óxido de nitrogênio em vapor de água e nitrogênio. Contudo, ao ser aplicado irregularmente, o fluido causa um efeito contrário, aumentando a emissão desses gases.

Alguns motoristas instalam dispositivos ilegais, na tentativa de burlar o sistema OBD (On-Board Diagnostics), que é responsável por detectar a utilização do aditivo. Há, ainda, quem pratique a diluição de produtos piratas junto ao ARLA 32, na tentativa de fraudar a inspeção.

Esses truques trazem diversos riscos ao veículo e faz com que o automóvel passe a produzir uma emissão muito maior de gases nocivos. Além disso, essas práticas são configuradas como crime ambiental e podem gerar uma multa de até R$10 mil reais.

Na imagem, um desenho de um caminhão composto por plantas simboliza a importância do ARLA 32 no impacto ambiental.
O uso correto do ARLA 32 reduz em até 60% a emissão de gases nocivos à saúde, como os óxidos de nitrogênio.

Manutenção da garantia do veículo

A sua aplicação correta também evita que haja danos diretos ao veículo e seus componentes. 

Além disso, uso do ARLA 32 é fundamental, já que garante que o caminhoneiro não perca a garantia do seu veículo pela fabricante.

Vale destacar também que o motorista deve sempre buscar por especialistas e autorizadas na hora da compra e aplicação da substância. Para garantir que não haja adulteração no produto, o fornecedor deve apresentar o certificado emitido pelo INMETRO

A saúde do próprio motorista

Por último, a aplicação correta do ARLA 32 também garante que não haja danos à saúde do próprio motorista, já que os óxidos de nitrogênio causam efeitos nocivos como irritação nos olhos e nariz, alergias e, em casos mais graves, até mesmo morte por doenças respiratórias.

Sendo assim, uma aplicação de acordo com as normas garante que não haja contato do motorista com esse excesso de gases tóxicos.

Agora que você já sabe o que é ARLA 32 e a importância de usá-lo corretamente, aproveite para conferir outras dicas de cuidados com seu veículo: acesse o MouraFácil.com e fique por dentro de todas as novidades!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Peça agora! 4003.6126 Telefone Peça pelo WhatsApp